• DESIGN

    Petit h :: O LABORATÓRIO CRIATIVO DA HERMÈS

     

    Chegou a oportunidade de entrar na loja Hermès, sem ser só para ver!

    Bem.. é para ver! Mas desta vez com um propósito maior!

    Se é fã de design não pode mesmo perder a colecção Petit h da casa francesa Hermès!

    O 1ºandar do edifício da Hermès do Chiado, em Lisboa, foi transformado pela artista e arquitecta  Joana Astolfi,

    a Portuguesa responsável pelas montras da loja e colaboradora da casa francesa, especialmente para receber a colecção Petit h.

     

     

     

    STORY – Petit h


     

    Em 2010, quando Hermès criou um laboratório criativo, ponto de encontro de artesãos, artistas e designers de todo o mundo, estava longe de imaginar que teria este sucesso.

    Focado no movimento “zero waste”, quando ainda ninguém falava do tema sustentabilidade, e ideia era aproveitar matérias primas esquecidas,

    vindas de artigos de colecções antigas e desactualizadas, e de aparas que sobram da produção dos artigos de luxo.

     

    Trabalhadores especializados em selas de couro, ourives, vidreiros e costureiros são desafiados a juntar-se a designers e artistas de

    várias áreas para criar qualquer coisa de novo. Reunem-se para falar de objectos e as das suas funções e numa harmoniosa sinergia nascem peças reinventadas e originais.

    Fruto desse trabalho, nasce a colecção Petit h, vindo directamente dos desperdícios da casa mãe.

     

    O colecção Petit h cresce todos os dias, e os artigos viajam às mais emblemáticas cidades do mundo, como forma de as homenagear.

    Desde o passado dia 6 até ao dia 16 de Setembro, todos podem visitar a colecção, no Chiado em Lisboa.

    A próxima cidade, e última deste ano será Hong Kong.

     

     

    TREASURE TRUNK


     

    Já por si, o caminho até ao 1º andar, é de encantar e prevê o que se segue.

    Quando chegamos ao primeiro andar, estamos noutra dimensão.  A cada passo que damos, mais um objecto impensável e desejável.

    São vários as peças que encontramos com inspiração Portuguesa.

     

    A primeira peça que encontramos é um gajo feito totalmente em pele que é relógio/ estante e objecto decorativo 3 em 1.

    Talvez por isso o preço seja, inalcansável para o comum mortal. Neste projecto todas as peças estão à venda com preços que começam nos 200€.

     

     

    Também podemos encontrar várias peças ligadas aos descobrimentos, como um barco à vela feita de um lenço de seda, aos materiais e soluções em cortiça,

    às sardinhas, canoas, quiosques, azulejos, galos de Barcelos e guitarras Portuguesas.

     

     

    Mas há outros mais artigos que podem ser encontrados. Novos objectos com novas funcionalidades podem ser encontrados na treasure turno, molas de madeira gigantes forradas em couro, dados redondos, porta documentos, alfinetes em seda, colares e outros tantos objectos são a face mais modesta deste atelier de luxo.

     

     

    É no centro da sala que a podemos encontrar.

    A mítica “Treasure Trunk” de cariz simbólico, ela transporta todos os Tesouros Petit h por vários países.

    Todos os artigos estão à venda. E todos os compradores recebem junto com a peça, um livro com a sua história,

    e com referência a todos os artistas que nela participaram.

     

     

    WORKSHOP Petit h


     

     

    Além de ver a colecção, os visitantes vão também tocar e manipular a matéria prima da Hermès, participando em ateliers criativos onde podem

    construir as suas próprias peças com a ajuda da artista Isabelle Leloup.

    À semelhança dos artistas e designers que entram no atelier para trocar ideias e testar possibilidades em conjunto com os artesãos,

    também os alunos de Leloup podem usar tudo o que têm à mão.

    Cola, tesouras, fio e alicates, estão todos ali junto de pequenos desperdícios de materiais que sobraram ao criar uma Birkin ou uma Kelly, que provavelmente

    já passeiam por ai. No fim pode levar a sua invenção (de luxo) para casa e ser a prova que a arte pode ser feita a partir do desperdício.

    Caso queira tentar a sua sorte pode garantir uma vaga através do 213242070.

     

     

    COMO VISITAR


    Basta dirigir-se à loja Hermès, no largo do Chiado n.º9, Lisboa, e subir ao 1º andar.

    O Petit h estará presente até ao dia 16 de Setembro 2018. Vejam no site Petit h todas as criações.

     

    Vale a pena a visita!

    Obrigado por lerem.

    Beijos, Cat

  • DECORAÇÃO,  DESIGN

    DEIXE O JARDIM ENTRAR NA SUA CASA

    Por mais estilos de varandas que existam, uma varanda decorada ganha logo outra vida!

    Aproveite o bom tempo, e decore a sua.

     

     

    Normalmente as varandas são sob o comprido, e nesse caso, deve optar por soluções de mobiliário sob o comprido, como bancos de correr, ou mobiliário mais estreito como bancos ou puffs que de repente se podem tornar em pequenas mesas de apoio. Desta forma rentabiliza o espaço.

    No caso da varanda ser larga, pode dar asas à imaginação e colocar cadeiras com braços, e zonas de refeição.

    Na maioria dos casos, as varandas são pequenas pelo que será mais fácil abdicar da zona de refeições, colocando apenas uma zona de estar com alguma mesa de apoio.

     

     

    É importante escolher mobiliário resistente na altura de decorar uma varanda.

    Embora o rattan seja o material mais conveniente, pode escolher também o vime, palhinha ou reciclar algumas paletes.

    Este mobiliário está na moda e não deverá ser difícil de encontrar alternativas económicas, no entanto,

    saiba que são materiais que carecem de alguma manutenção anual para que permanecam conservados.

     

     

    Depois de definido o mobiliário, deixe que este espaço se invada de plantas.

    Os jardins verticais além de garantirem uma decoração simples e actual, fazem com que a varanda fique preenchida e se encha de verde

    poupando muito espaço uma vez que as plantas ficam suspensas.

     

     

    Caso queira decorar com com vasos, plantas ou flores, escolha as de fácil manutenção para que nunca se estraguem,mesmo quando estiver ausente por um período largo de tempo e facilitem a sua vida.

     

     

    Nunca nos devemos esquecer que a varanda é uma continuação da sala, por norma, entre uma e outra, existem grandes portas de

    vidro que deixam visualizaro exterior e por isso deve estender a mesma linha de decoração para que os dois espaços se agreguem num só.

     

     

    No mesmo âmbito e porque na sala pode não caber tudo, pode optar por colocar na varanda zonas práticas que a sua sala não consegue comportar.

    Pequenos cantos de leitura, zona de café ou até zona de bar, vão fazer as delícias dos seus amigos.

     

     

    Mesmo a varanda mais estreita pode ser aproveitada.

    Opte por soluções simples, portáteis e desmontáveis que proporcionam maior comodidade na altura de tomar o pequeno almoço,

    beber um café ou até trabalhar no exterior. Existem muitas possibilidades que nos permitem que a nossa varanda se torne versátil.

     

     

    Outra dica muito importante é a iluminação.

    Ao fim do dia e à noite, é ela que nos permite que a vida continue lá fora.

    Se estiver a planear decorar a sua varanda, é muito importante avaliar se a iluminação existente é suficiente.

    Caso não queira fazer instalação de mais pontos de luz, pode optar por variadíssimas alternativas que funcionam a luz solar e que criam um ambiente igualmente confortável.

     

    Mesmo que as luminárias já existentes sejam suficientes não deixe de potenciar a sua decoração através do uso de grinaldas, lanternas ou velas.

    Além de acrescentar iluminação em pequenos pontos, que podem tornar-se escuros com as sombras do mobiliário etc.. trazem valor decorativo.

    Após a escolha do mobiliário e das zonas verdes, pode passar logo à iluminação, dessa forma poderá perceber que a varanda não necessita de muito mais para ficar completa.

     

     

    Traga um pouco de jardim para dentro da sua casa aumente os momentos de ar livre na sua vida.

    Este é um optimo investimento que lhe trará conforto e momentos de lazer para si e para a sua família.

    Obrigado por lerem.

    Beijos, Cat.

  • DESIGN,  MUST GO

    THE SWEET ART MUSEAM

     

    Foi uma FELICIDADE visitar este espaço e venho em modo de salvação dizer-vos que encerra no final do próximo mês, dia 31 de Agosto!

     

     

    O The Sweet Art Museum  é o primeiro espaço pop-up interativo e digital na Europa, onde as experiências se sucedem e a felicidade acontece!

    É um espaço 100% instagram friendly, que apela à partilha de fotografias e vídeos com as hashtags #TheSweetArtMuseum, #SayYesToHappiness, #TheSAM e #visitlisbon.

     

     

    No The Sweet Art Museum Lisboa podem encontrar várias salas interactivas, e podem acompanhar a história de todas através da app do museu.

    Uma das salas que mais encantou foi a SPLASH MALLOW POOL, uma piscina onde podem mergulhar em marshmallows fictícios.

    É uma felicidade só ver as crianças atirarem-se lá para dentro, e nós por 10min, também somos crianças

    outra vez!

     

     

    Entre as salas, existem degustações de marshmallows, gelado, gomas e rebuçados.

    Neste dia é esquecer a dieta e seguir em frente, não é todos os dias que consegue baloiçar numa nuvem!

     

     

    Algumas dicas práticas:

    Ponham a sua máquina fotográfica para disparar em modo contínuo, para conseguirem apanhar todos os movimentos.

    As salas têm muita cor por isso sugiro que escolham roupas claras para as fotos.

    Em alguns momentos vai ser necessário descalçar-se por isso também aconselho um calçado prático.

    Levem água porque com tantos doces, vão precisar.

     

     

    Pronto, agora é só dar largas à imaginação para conseguir boas fotos.

    E é muito fácil imaginar quando estamos no The SAM. De repente dás por ti a falar com um unicórnio e a gritar sentada numa língua!

    Todas as 4a feiras o museu premeia a fotografia mais criativa da semana. Mostra o teu lado mais doce e inspira-te.

     

     

    O design das salas é incrível, a manutenção das salas é impecável e todas têm sweet girls enfiadas em saias de tule, muito cor de rosas

    que falam todas a língua do país cor de rosa, como se estivessem a participar num filme de desenhos animados

    (também cor de rosa, claro),  e ajudam a dar vida ao espaço, cor de rosa!

     

    Mas afinal, os sonhos são cor de rosa, certo?

     

     

    Os visitantes entram por grupos pequenos de forma a que as salas estejam quase sempre livres e disponíveis para que consigam fotografar à vontade e com tempo.

    Por tudo isto, a organização merece uma salva de palmas!

    Só quem sabe o trabalho que dá organizar uma equipa coesa que fale toda a mesma língua, pode apreciar o trabalho que ali está!

     

     

    Os bilhetes custam 20€ e incluem algumas degustações de doces ao longo do percurso da exposição. Por cada bilhete vendido 1 euro reverte para a Terra dos Sonhos.

    Para grupos de 4 pessoas, os bilhetes passam a 15€/pessoa ou então podem aproveitar até ao final de Julho onde todas as 6ªf são Happy Fridays

    e o bilhete geral fica pelo mesmo preço.

     

    Podem comprar os bilhetes aqui ou na bilheteira disponível à entrada.

    Morada: Rua José Domingos Barreiros Nº 2H – Armazém 5, 1950-161 – Lisboa
    Abertura: 31 de Maio a 31 de Agosto
    Horário: 2ª,4ª, 5ª e 6ª – 11h00 às 21h00 // sábado e domingo – 10h00 às 20h00

     

    Obrigado por lerem e digam SIM À FELICIDADE!

    Beijos, Cat.

  • DECORAÇÃO,  DESIGN,  MUST HAVE

    NEONS DECOR – JUST FOR LOVERS!

     

    Voltaram do passado, mas na vida, tudo o que vai, volta!

    Os neons regressaram em grande, e estão a ser os protagonistas da decoração.

    Saiba como escolher, o que escolher e onde comprar e traga para sua casa uma decoração irreverente!

     

     

    O que devemos ter em conta quando decoramos com uma luz neon?

    Se ainda continua a ler este artigo, quer dizer que gostava de ter um, mas já que vai investir compre um especial!

    Este elemento decorativo é marcante, por isso escolha um modelo que tenha a ver com a sua personalidade para que não se canse dele.

    As cores mais tranquilas são os brancos, azuis e verdes, enquanto os rosas e vermelhos são mais estimulantes.

    Escolha de acordo com o mood que pretende dar ao espaço.

     

    Pode decorar a parede da cabeceira da sua cama, ou a sua mesinha de cabeceira.

    É importante perceber que os neons que se ligam/desligam constantemente diminuem a sua vida útil,

    por outro lado gastam pouca energia pelo que é possível deixa-los acesos.

    Neste caso esteja preparado para dormir com alguma luz. Se não consegue, escolha outra divisão da casa para ter o seu.

     

     

    Palavras e frases em neon são as minhas preferidas!!!

    Podem ser brincalhonas, atrevidas, motivacionais ou só inspiradoras.

    Escolha uma frase irreverente para surpreender as suas visitas.

     

     

    Se não encontrar a sua palavra perfeita, pode fazer um à sua medida com os  kits “diy – do it yourself”

    ou pedir a uma empresa para fazer o seu.

    Nesta última hipótese os preços disparam, por isso, caso seja um elemento puramente decorativo da sua casa recomendo que compre um já feito.

    Caso seja para um espaço comercial, vale a pena investir um pouco mais e criar um à sua imagem.

     

     

    Muito importante!

    Tenha em atenção a forma de que são alimentados. Os mais económicos, por norma funcionam a pilhas ou

    por cabo USB. Se quiser um que se ligue à corrente, invista mais um pouco.

     

    ONDE COMPRAR?

    Prepare-se para entrar nesta viagem, e prepare o seu coração para o que aí vem!

     

    Os da esquerda são de vidro e ideais para colocar em cima de qualquer mesa e estão à venda por 66€ na Maria do Mar.

    Os da direita são uma versão mais low-cost da Primark, mais pequenos e em plástico com luzes led.

     

    Estes são de dimensão média e ideais para decorar qualquer parede.

    Estão disponíveis da loja portuguesa Pop the Bubble e estão à venda por 49€.

     

     

    À venda na internacional Urban Outfitters os neons de parede “Hearts”, “Girls Girls Girls” e “xoxo xoxo” custam 85€ e a placa “do what you love” está em promoção por 49€.

    Os de mesa “xoxo” custam 14€ e o da “estrela” 39€. Entregam em Portugal. Visite o site aqui.

     

    Na reconhecida ASOS o neon “gelado” custa 38,99€ e a placa “Mr&Mrs” 20,99€.

    Entregam em Portugal. Visite o site aqui.

     

    Na loja Bairro Arte pode encontrar vários neons, desde arco íris, unicórnios, corações, ananáses, a diversos preços.

    Têm também kits DIY em várias cores e tamanhos, e ainda estas INCRÍVEIS caixas acrílicas com letras neon fantásticas.

    Outra opção onde pode adquirir kits simples é a Flying Tiger. Também existem estas caixas acrílicas na Glow.

     

     

    Ficou inspirado? Deite mãos à obra e comece já hoje a trazer alegria para a sua casa!

     

    Obrigado por lerem!

    Beijos, Cat.