• DESIGN,  MUST GO

    THE SWEET ART MUSEAM

     

    Foi uma FELICIDADE visitar este espaço e venho em modo de salvação dizer-vos que encerra no final do próximo mês, dia 31 de Agosto!

     

     

    O The Sweet Art Museum  é o primeiro espaço pop-up interativo e digital na Europa, onde as experiências se sucedem e a felicidade acontece!

    É um espaço 100% instagram friendly, que apela à partilha de fotografias e vídeos com as hashtags #TheSweetArtMuseum, #SayYesToHappiness, #TheSAM e #visitlisbon.

     

     

    No The Sweet Art Museum Lisboa podem encontrar várias salas interactivas, e podem acompanhar a história de todas através da app do museu.

    Uma das salas que mais encantou foi a SPLASH MALLOW POOL, uma piscina onde podem mergulhar em marshmallows fictícios.

    É uma felicidade só ver as crianças atirarem-se lá para dentro, e nós por 10min, também somos crianças

    outra vez!

     

     

    Entre as salas, existem degustações de marshmallows, gelado, gomas e rebuçados.

    Neste dia é esquecer a dieta e seguir em frente, não é todos os dias que consegue baloiçar numa nuvem!

     

     

    Algumas dicas práticas:

    Ponham a sua máquina fotográfica para disparar em modo contínuo, para conseguirem apanhar todos os movimentos.

    As salas têm muita cor por isso sugiro que escolham roupas claras para as fotos.

    Em alguns momentos vai ser necessário descalçar-se por isso também aconselho um calçado prático.

    Levem água porque com tantos doces, vão precisar.

     

     

    Pronto, agora é só dar largas à imaginação para conseguir boas fotos.

    E é muito fácil imaginar quando estamos no The SAM. De repente dás por ti a falar com um unicórnio e a gritar sentada numa língua!

    Todas as 4a feiras o museu premeia a fotografia mais criativa da semana. Mostra o teu lado mais doce e inspira-te.

     

     

    O design das salas é incrível, a manutenção das salas é impecável e todas têm sweet girls enfiadas em saias de tule, muito cor de rosas

    que falam todas a língua do país cor de rosa, como se estivessem a participar num filme de desenhos animados

    (também cor de rosa, claro),  e ajudam a dar vida ao espaço, cor de rosa!

     

    Mas afinal, os sonhos são cor de rosa, certo?

     

     

    Os visitantes entram por grupos pequenos de forma a que as salas estejam quase sempre livres e disponíveis para que consigam fotografar à vontade e com tempo.

    Por tudo isto, a organização merece uma salva de palmas!

    Só quem sabe o trabalho que dá organizar uma equipa coesa que fale toda a mesma língua, pode apreciar o trabalho que ali está!

     

     

    Os bilhetes custam 20€ e incluem algumas degustações de doces ao longo do percurso da exposição. Por cada bilhete vendido 1 euro reverte para a Terra dos Sonhos.

    Para grupos de 4 pessoas, os bilhetes passam a 15€/pessoa ou então podem aproveitar até ao final de Julho onde todas as 6ªf são Happy Fridays

    e o bilhete geral fica pelo mesmo preço.

     

    Podem comprar os bilhetes aqui ou na bilheteira disponível à entrada.

    Morada: Rua José Domingos Barreiros Nº 2H – Armazém 5, 1950-161 – Lisboa
    Abertura: 31 de Maio a 31 de Agosto
    Horário: 2ª,4ª, 5ª e 6ª – 11h00 às 21h00 // sábado e domingo – 10h00 às 20h00

     

    Obrigado por lerem e digam SIM À FELICIDADE!

    Beijos, Cat.

  • MUST GO

    WAREHOUSE MARIA DO MAR

    A Warehouse da Maria do Mar chegou!

     

    Abriu no passado mês de Junho num armazém com 400m2, e mora na rua João Saraiva, em Alvalade, Lisboa.

     

     

    Não tem fachada e a porta principal não se vê à primeira.

    É a medo que se começa a descer uma rampa, mas segundos depois é fácil perceber que estamos no sítio certo!

     

     

    Do balção, iluminado pelos candeeiros da ceramista Patrícia Lobo, vêm sorrisos e desejos de boas vindas.

     

     

    Esta concept store consegue comportar todos os têxteis e mobiliário, que nas lojas Maria do Mar apenas se conseguiam ver em catálogos.

    A Maria do Mar preocupa-se com a sustentabilidade e imprime isso em tudo o que vende, apostando

    num imaginário infantil sustentável que envolve a família num conceito de slow-living e parentalidade positiva.

     

     

    Aqui podemos encontrar desde os carrinhos de passeio da Bugaboo ao mobiliário da Oliver Furniture,

    passando por outras marcas, como a Hape, Lilliputeins, Grimms, Indigo Jamm, Bago, Camomile London,

    Suuky, Violeta Cor de Rosa, Jetkids, Waterwipes, Hevea, Olliella, Moleke, Bago,

    Grace Baby and Child, bloomin ou a Ellas Kitchen.

     

     

    Peças simples, de design inovador, modernas e sustentáveis

    estão reunidas neste espaço que promete as delícias dos adultos.

     

     

    Nos meus favoritos estão as chuchas BIBS neste estilo vintage ficam bem com qualquer look, e este berço!

     

     

    Os brinquedos de madeira, a única espécie que pode ver nas prateleiras da Warehouse

    por ser sustentável, e não ter químicos como os de plástico.

    Apesar da simplicidade dos materiais, estes brinquedos são inovadores, sensoriais e educativos.

    Quem resiste a este sushi na marca Hape?

     

     

    Encantei-me com estes mordedores da Oli&Carol em forma de frutas e legumes!

    Imagine o seu bebé a mordiscar uma folhinha de couve pela manhã. Encantador.

     

     

    Estão por cá os têxteis da Lavandiska e Lorena Canals, tendas e colchões da Nobodinoz.

    Isto é o mundo encantado da decoração infantil!

     

     

    Enquanto faz as compras a Warehouse Maria do Mar tem à disposição uma zona infantil

    que faz a delícia dos mais pequenos.

    (muito amor por esta baliza que é uma secretária)

     

     

    Na loja existe um espaço para amamentação e um estacionamento para carrinhos de bebé.

    Também a casa de banho está pensada ao pormenor com loiças para adultos e crianças e ainda um trocador

    de fraldas com tudo o que precisa desde fraldas orgânicas a produtos de dermopuericultura.

     

     

    A partir de Setembro estão previstos workshops regulares com temas específicos – como a amamentação,

    pós-parto, o sono, nutrição infantil, birras ou desmame – e um serviço de apoio ao planeamento de quartos

    e espaços infantis com arquitectos especializados na área.

     

    Quem vai conseguir resistir?

     

    Obrigado por lerem!

    Beijos, Cat.