TUDO SOBRE PAMPAS

TUDO SOBRE PAMPAS


PAMPAS ou PLUMAS a mais bela e perigosa planta que inundou ambientes decorativos nos últimos anos e esta é a página que vais querer ler se precisas de saber tudo sobre PAMPAS!

O seu nome científico é Cortaderia selloana e são vulgarmente chamadas de penachos, erva-das-pampas, paina, capim-das-pampas, plumas ou penacho-branco. Floresce em Setembro e Outubro e foi considerada legalmente uma planta invasora em 2019, com a publicação do Decreto-Lei 92/2009. O que quer isso dizer? Quer dizer que têm um crescimento rápido e são de fácil propagação. Competem mais eficientemente com as espécies nativas e isso tem impacto negativo sobre os ecossistemas. 

Reproduzem-se em grande escala, por isso é necessário ter alguma atenção com esta planta, principalmente no transporte, caso as apanhes para levares para casa para decorar.

Uma pluma, milhares de sementes

Um dos maiores problemas é a facilidade com que se espalha: “Cada planta pode produzir até um milhão de sementes que são facilmente dispersas pelo vento e que podem ‘viajar’ pelo ar até 30 quilómetros de distância da planta-mãe – explica Hélia Marchante – principalmente nas bermas de auto-estradas e caminhos de ferro onde a circulação do ar provocada pela passagem dos veículos facilmente as transporta a longas distâncias”. 

Foi para combater a expansão desta invasora nos países do sul do Arco Atlântico – Portugal, Espanha e França – que nasceu o projecto luso-espanhol LIFE Stop Cortaderia (2018-2022). 

Objectivos? Educar as pessoas sobre a erva-das-pampas e ensiná-las a controlar a sua expansão, recolher nova informação científica e de gestão sobre a espécie, criar redes de cooperação entre diferentes países e mapear as plantas através de detecção remota.

O crescimento desta erva em Portugal está a ser “alarmante”, pelo que é “urgente” controlar ou pelo menos conter a erva-das-pampas e informar a população, sublinha a investigadora, que está também ligada ao projecto invasoras.pt.

Se pretendes utilizar esta planta na tua decoração apenas tens de a colher, transportar com alguns cuidados e preservá-la dentro de casa.

MATERIAL NECESSÁRIO


Para colher tens de ter alguma preparação. Usar calças, mangas e luvas são essenciais para protegeres a tua pele! As folhas são bastante cortantes e portanto todos os cuidados são poucos!

Leva também uma tesoura de poda para ser mais fácil o seu corte, e sacos do lixo superiores a 100L para que possas transportá-las com todas as precauções.

COLHER


As técnicas são bastante fáceis! Primeiro observo para ver se a planta esta livre de insectos ou pragas a olho nú, o que é bastante fácil uma vez que as pampas são de cores claras. Normalmente pampas altas estão livres de pragas, garante sempre que nunca apanhas pampas do chão, ou que nunca colhes plantas pouco altas pois essas podem ter estado em contacto com animais e ter pulgas ou carraças.

Não te assustes, nunca me aconteceu encontrar esse tipo de bichos, mas todo o cuidado é válido quando apanhamos plantas no campo que queremos levar para casa.

Para as colher uso duas técnicas. A primeira é escolher as hastes das plantas a cortar que se situem ao redor da planta, para serem de fácil acesso e evitar o toque com as folhas cortantes. A segunda técnica uso quando quero aquela planta mesmo muito alta que por norma está no centro da planta. Aí tendo alcançá-la, e dobrar a haste na minha direcção para que parta e fique totalmente fora da planta para a poder cortar de forma segura.

Lembra-te de cortar as hastes com o maior comprimento possível se o teu desejo é fazer um arranjo de pampas alto e usa sempre uma tesoura de poda para ser mais fácil o seu corte pois a haste é bastante dura.

À medida que vou portanto as hastes, vou colocando as plumas em cima de um saco de plástico para que nunca toquem no chão de forma a que não fiquem sujas ou se agarre algum bicho.

tudo sobre pampas

TRANSPORTAR


No transporte existem cuidados obrigatórios a ter em conta mas que são bastante simples!

Não te sintas culpada se já colheste pampas e nunca tiveste cuidado com o transporte! A desinformação é geral e é muito natural que só tenhas ouvido falar que a planta é uma invasora recentemente, dado que a mesma apenas o foi considerada assim em Portugal em 2019. No entanto, a proibição não é a solução para o problema, a solução é sensibilizar e educar de forma a que não existam erros no seu transporte, uma vez que esse é o principal meio de multiplicação da planta. Também comigo aconteceu e precisei em 2019 desenvolver a minha técnica de transporte para garantir que tenho as minhas pampas ao mesmo tempo que ajudo o ecossistema.

SIM! Colheres pampas é uma forma de ajudar, e porquê? Porque se espalhamos sementes no transporte para casa, o mesmo também acontece se elas ficarem meses nos terrenos com as suas sementes a serem arrastadas pelo vento, capazes de voar e desenvolver-se noutros terrenos a quilómetros de distância. Está na altura de pensarmos pelas nossas cabeças e não nos deixar levar por alarmistas desnecessáriamente. Aliás se lerem no final deste artigo, podem perceber que a colheita da nossa parte pode fazer parte da solução do problema, segundo fontes das associações que se dedicam à erradicação desta invasora.

Super simples! Na altura do transporte basta colocares a parte das plumas dentro de um saco para não existir o risco de propagação.

tudo sobre pampas

PRESERVAR


Para cuidar das pampas em casa também existem alguns cuidados a ter!

Para começar, pulverizo para dentro do saco um spray insecticida para plantas de forma a eliminar algum bichinho que não tenha detectado. Se tiveres uma arrecadação ou uma divisão livre também podes colocar as pampas lá em estágio e pulverizares a divisão com o spray.

Depois de estarmos seguras com as possíveis pragas, a nossa vontade é sacudir a pampa para que saiam todas as sementes. Podes e deves fazê-lo sempre no interior e dentro de um saco ou então usar um aspirador na potência mínima para não danificar a planta. No entanto, em plantas no seu auge as sementes são muitas e podes usar o secador do cabelo na planta. Por um lado vai retirar todas as sementes, e deixa de largar tanto lixo, por outro, a tua pampa vai ficar mais vistosa e volumosa.

Após tudo isso, basta colocar laca em spray fixadora do cabelo para que a planta mantenha a sua forma, e que não caia mais lixo!

Podes depois fazer o teu arranjo mesmo que as plantas estejam verdes. Basta que não coloques água e elas vão secar no local. A única diferença é que a haste vai passar de verde a seca, a parte da pluma mantém-se exactamente igual, por isso não precisam de secar a planta antes de a usar.

Na manutenção da planta, basta apenas ires aspirando o pó com o aspirador na potência mínima ou sacudires novamente para dentro de um saco, lembra-te dos cuidados necessários e de nunca as sacudires à janela!

Queres ver um vídeo resumo onde ensino tudo isto? Podes vê-lo clicando aqui!!

tudo sobre pampas

QUERES SABER COMO AGIR PARA ERRADICAR ESTA ESPÉCIE?


Quer saber como pode ajudar a conter a erva-das-pampas? Hélia Marchante, cientista explica-lhe:

“Estamos no final da altura certa para ajudar a controlar esta invasora. Numa altura em que a maioria das plumas estão formadas mas a maioria das sementes ainda não estão maduras, um método efectivo de conter a invasão é precisamente remover as plumas antes que se formem mais sementes.

Estas são muito pequenas e leves, facilmente transportadas pelo vento, pelo que a sua remoção deve ser feita o quanto antes.

Visto que a erva-das-pampas tem as folhas cortantes e podem causar ferimentos, pólen bastante abundante e flores muito pequenas e leves que podem causar alergias, é muito importante que se tomem certos cuidados antes de começar a manusear a espécie: usar sempre calçado fechado, calças, mangas compridas e no caso das pessoas mais sensíveis, uma máscara. Ter cuidado com o rosto e os olhos, devido às folhas cortantes.

Não pretendemos que o comum cidadão tente arrancar as plantas, depois de estas atingirem a idade adulta, são muito difíceis de remover.

O que podemos todos fazer é então .. arrancar as plumas! Tão simples quanto isso! Mas porque uma pluma apenas pode originar milhares de sementes, ao remover as plumas antes da altura da frutificação (que se começa a observar agora!!) estamos a evitar que estes milhares de sementes (até 1 milhão por planta!) germinem e inclusivamente colonizem novas áreas.

Aqui o objectivo é conter a invasão, não permitindo que a espécie se propague para sítios onde ainda não existe. Pensa-se que as sementes terão no máximo 2 anos de viabilidade (o mais provável é ser bem menos), pelo que a remoção das plumas todos os anos é uma enorme ajuda a manter esta espécie contida.

O que fazer com as plumas? Aconselhamos a que coloquem as plumas arrancadas dentro de sacos de lixo bem fechados e as deixem apodrecer / perder viabilidade. Apelamos para que não as deixem no local, com o risco de já haver sementes e estas germinarem.

Se não conseguirem levar as plumas, aconselhamos que façam uma cova no chão, com pelo menos 3 palmos de profundidade e coloquem lá as plumas, enterrando-as de seguida. É importante que fiquem bem fundas, na eventualidade de o terreno ser remexido e as sementes voltarem ao de cima, estas poderão germinar.

Para quem tiver forno de lenha fechado poderá queimá-las, mas é importante que fique bem fechado, pois as flores de tão leves e pequenas que são, poderão lançar algumas fagulhas em várias direcções.”

Podem ainda consultar este link para visualizar os registos de avistamentos de pampas para que grupos organizados possam ir eliminá-las. Também poderás contribuir adicionando locais ao mapa.

AGORA QUE JÁ SABES TUDO SOBRE PAMPAS, mãos à obra!

Um beijinho, Cat.

Fonte: Wilder.pt / Invasoras.pt / STOP Cortadelia / Diário da República

Share:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.


À Procura de Algo?